Água benta contaminada

2 fevereiro, 09:06

Semana passada cento e tantos frequentadores de uma igreja na Rússia foram hospitalizados depois de beber água benta. Seis morreram e catorze ainda estão em estado grave.
De apenas uma igreja.

Depois de quase uma semana sendo analisada, os resultados parciais -na Rússia de hoje em dia nada pode ser fácil- finalmente foram divulgados.
A água havia sido contaminada por um “agente externo” -eufemismo russo que designa algo além da imundície normal dos fiéis- e a polícia já está investigando.

Os primeiros relatos da mídia apontam a seita islâmica cujos membros invadiram -com bastante sucesso- vários servidores na Suécia no final do ano passado como responsáveis pelo ato, pois aparentemente o deus deles é mais forte que o deus da igreja russa.

O motivo da suspeita tão específica é o fato do servidor exclusivo da igreja católica na Rússia ter sido penetrado praticamente da mesma forma que na Suécia, tendo sido derrubado por várias horas enquanto todas as páginas lá hospedadas mostravam apenas uma mensagem: “Alá é o verdadeiro!”

Outros casos parecidos ocorreram no mesmo dia, mas não com tanta gente ao mesmo tempo.
Estima-se que vinte e oito igrejas tenham sido afetadas pelo “agente externo” ainda desconhecido.

Anúncios

Uma resposta to “Água benta contaminada”


  1. […] pelo perigo invisível que escolhe alvos indiscriminadamente -e pela ameaça palpável que tem um público bastante específico-, o povo russo ameaçou se revoltar se o presidente não admitisse -e pedisse ajuda- ao resto do […]


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: